Portal SET
Portuguese English French Spanish

O SET

O atual Departamento de Engenharia de Estruturas, reconhecido pela sigla SET, iniciou suas atividades com o nome de Departamento de Estruturas e Arquitetura, quando abrangia também parte das disciplinas que hoje estão sob responsabilidade dos Departamentos de Arquitetura e Urbanismo e de Geotecnia. 

Em 1955, quando recebeu a primeira turma de alunos, cinco cadeiras constituíam o então Departamento de Estrutura e Arquitetura: Ciência das Construções, Materiais de Construção, Solos, Pontes e Estruturas e Arquitetura, cuja existência com algumas modificações dadas pela Portaria GR 249 de 06 de junho de 1966 manteve-se até a extinção das cátedras, com a entrada em vigor do Estatuto da USP, aprovado por Decreto de 16 de dezembro de 1969. Com a publicação da Portaria 1.023, de 15-1-1970, o Departamento passou a denominar-se Departamento de Estruturas e, em 1994, adquiriu a atual denominação: Departamento de Engenharia de Estruturas. 

A pioneira Cadeira de Ciência das Construções (nome originado pela influência italiana Scienza delle Costruzioni) tinha como Regente Contratado o Professor Frederico Schiel, que ingressou na Escola em março de 1955, e veio a se aposentar em 1975, como Professor Emérito.  A partir de 1957, passou a contar com a colaboração dos Professores Cooperadores Dante Angelo Osvaldo Martinelli e Hermann Schulte. O Professor Frederico Schiel era também nessa ocasião o regente da Cadeira de Materiais de Construção. 

Posteriormente, a Cadeira de Ciência das Construções passou por desmembramentos com a Portaria GR 249 de 06 de junho de 1966, sendo criadas as cadeiras de Resistência dos Materiais, Estática das Estruturas, esta última sob a regência do Professor Miguel Carlos Stamato, que já pertencia ao corpo docente da Escola desde 1954. Desafortunadamente, em 1973, o Professor Miguel Carlos Stamato veio a falecer em pleno vigor da sua liderança em diversas áreas do conhecimento, sobretudo a de Edifícios Altos. 

Em 1963, foi criada a Cadeira de Estruturas de Concreto, tendo por Regente Contratado o Professor Dante Angelo Osvaldo Martinelli, fundador do Laboratório de Estruturas, que se instalou no extremo oeste do 3º pavimento do Edifício Principal E1 em 1958.  Depois de forjar o prestígio do laboratório e orientar dezenas de docentes, pesquisadores e estudantes e exercer a Diretoria da Escola, aposentou-se em 1986. 

A cadeira de Estruturas de Concreto contou com a assistência dos Professores Lauro Modesto dos Santos, Glauco Bernardo, Ílio Montanari e a partir de 1964 o Professor Walter Savassi. Em 1968, o Professor Eddie Mancini foi contratado como instrutor da cadeira de Estruturas de Concreto e posteriormente em 1972, como Professor Assistente. 

Em 1968, foi criada a Cadeira de Estruturas Metálicas, cujo Regente Contratado foi então o Professor Hermann Schulte, engenheiro de grande experiência nas construções de aço de grande envergadura na Rússia, particularmente na região de Kiev, Ucrânia, que veio a se aposentar em 1976, depois de formar inúmeros profissionais e pesquisadores na área de estruturas metálicas, até então incipiente.

Em 1969, a contratação do Professor João César Hellmeister como docente da Cadeira de Estática e Projeto das Construções proporcionou o efetivo ingresso do departamento na área das estruturas de madeira. E, em 1970, instalou-se em suas primeiras dependências o Laboratório de Madeiras e Estruturas de Madeira, na área do Serviço de Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos, antiga Biblioteca Central do campus. Este foi reconhecido como um vigoroso centro de ensino e pesquisa na área, e atualmente está instalado em novas e mais apropriadas acomodações. 

No início, também faziam parte do departamento as denominadas cadeiras de Materiais de Construção, regidas pelo Professor Lafael Petroni, contratado em 1954 e aposentado em 1987, e de Arquitetura, regida pelo Professor Eustáquio Toledo Machado Filho, contratado em 1954 e em atividades até 1963, e depois pelo Professor Paulo de Camargo e Almeida, contratado em 1958, e em atividades até 1973. Essas cadeiras deram origem mais tarde ao atual Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Uma outra cadeira ligada ao departamento em seus primórdios foi a denominada  Cadeira de Solos, regida pelo Professor Victor Froilano Bachmann de Mello, em atividade na Escola de 1956 a 1969, e que deu origem ao atual Departamento de Geotecnia. 

Desde 1957, o então Departamento de Estruturas e Arquitetura ofereceu “Cursos de Doutoramento”. A partir de 1963, passou a ministrar outros cursos de pós-graduação, com várias disciplinas na sua programação. É digno de registro que o oferecimento dos chamados cursos de doutoramento deram origem ao atual curso de pós-graduação em Engenharia de Estruturas, cujo início regulamentar ocorreu em 1970, com a nomeação dos Professores Ílio Montanari e Miguel Carlos Stamato como coordenador e vice-coordenador da área, respectivamente.  

Os referidos cursos passaram a ser oferecidos já em 1957, como “Estática dos estaqueamentos”, ministrado pelo Professor Frederico Schiel, em 1959, “Barras sobre apoio elástico”, em 1962 “Cálculo de estruturas pelo método plástico”, também sob a responsabilidade do mesmo professor, sem contar “Introdução ao estudo das coberturas pênseis”, ministrado pelo Professor Dante Angelo Osvaldo Martinelli, o pioneiro “Emprego de computadores eletrônicos digitais na resolução de problemas de engenharia”, ministrado pela Professora Julieta Pinheiro Martinelli, ambos em 1963, “Barras de seção delgada” ministrado pelo Professor Frederico Schiel, “Cálculo aproximado da ação do vento em estruturas de edifícios altos”, ministrado pelo Professor Miguel Carlos Stamato em 1964, e “Complementos de mecânica das estruturas” em 1966 e 1967.

As atividades do departamento tiveram início no prédio da Rua 9 de Julho, cedido pela Sociedade "Dante Alighieri" para a instalação da Escola de Engenharia de São Carlos. Posteriormente o departamento foi transferido para dependências no novo prédio central, sendo também iniciadas as instalações do então modesto Laboratório de Estruturas. Uma nova transferência provisória verificou-se no início dos anos setenta para o antigo prédio do Departamento de Arquitetura e Planejamento e, finalmente em 1978 a mudança para as instalações definitivas. 


FONTE: CALIL JR., C.; MINATEL, M. N.; RODRIGUES, R. A. J. (Org.). 50 Anos do SET: nossa história, nossa gente. São Carlos: 2009.